(21) 3617-0129 | Whatsapp: (21) 9 9186-5992

A pandemia do coronavírus está assustando o mundo, estamos lidando com uma nova espécie de vírus. Esse vírus ainda está mostrando do que é capaz, estudar um vírus e criar uma vacina capaz de combatê-lo, pode levar cerca de 36 meses. Já existem alguns estudos que estão sendo realizados para um desenvolvimento rápido de uma vacina ou medicação que possa ajudar no controle desse vírus. Mas uma medicação definitiva para o combate ainda pode demorar um pouco.

O SUS está se preparando como pode para atender a demanda de pacientes que serão hospitalizados, mas o fluxo será muito maior do que o sistema aguenta. Por isso, é extremamente importante que você possa proteger você e sua família dessa pandemia.

 O vírus está se espalhando de uma forma assustadora pelo mundo. E esse não será o último vírus que irá surgir. Já existem rumores de uma nova cepa do vírus da gripe circulando nas aves em alguns locais da China. Os cientistas estão controlando constantemente esse vírus, caso ele venha se espalhar esse vírus terá uma letalidade de cerca de 60%.

A pandemia ainda deve durar muito aqui no Brasil a tendência é que o vírus ainda circule em maior potencial até maio. O que preocupa é que nessa época o frio começa a aumentar e além do coronavírus teremos o vírus da gripe sazonal.

É fundamental que nesse momento, todas as recomendações de higiene e isolamento sejam realizadas.

Cuidados pessoais

 Hábitos de higiene se tornaram fundamentais para que possamos manter esse vírus bem longe de nossa casa. Vamos lembrar as principais medidas:

Higienize sempre as mãos quando tocar em qualquer superfície que possa estar contaminada. A higienização pode ser feita com álcool em gel ou líquido acima de 70%, se possível lave a mão com água e sabão que é muito melhor.

Não leve as mãos sem estar higienizadas para as mucosas como olhos, boca, nariz ou ouvido, essas são portas de fácil acesso ao vírus.

Quando sair da sua casa tome as seguintes medidas. Quando retornar com compras faça a higienização de todos os itens! O que puder lavar, lave com água e sabão o que não pode lavar, higienize com álcool.

Não entre para dentro da sua casa com as roupas e calçados da rua. Mantenha um lugar para deixá-lo na parte externa, se não puder, mantenha um pano com água e negrita para higienizar o mesmo.

Retire suas roupas antes de entrar na casa e não puder vá direto ao banheiro, retire suas roupas, coloque em sacos plásticos, tome um banho e lave as roupas.

 Ao lavar a mão com água e sabão, tenha a certeza que lavou bem a palma da mão, o dorso da mão, entre os dedos e as pontas do dedo, não esqueça nenhuma parte.

Mantenha a casa bem ventilada e sempre que tossir ou espirrar cubra com a parte interna do cotovelo, use sempre lenços descartáveis.

 

Quando buscar ajuda médica

Agora é fundamentar todas as medidas de isolamento e só sair de casa em questões realmente necessárias.

Se você começar a sentir sintomas como tosse, dor no peito, febre e falta de ar, por mais de 48 horas você deve buscar ajuda médica.

Antes disso, caso tenha sintomas de gripe, procure ficar em casa, não compartilhe objetos pessoais, evite o contato direto e proteja quem ama, tomando todos os cuidados.

Nunca se auto medique, por mais que estamos vendo que alguns medicamentos estão tendo sucesso no tratamento do coronavírus. A prescrição deve ser realizada apenas por médico, tomar medicamento sem a dosagem correta pode até dar mais resistência ao vírus.

 Saúde suplementar

Sabemos que por mais que realizemos todas essas medidas de higiene, não estamos livres desse e de outros vírus que podem surgir, mas como podemos proteger nossas famílias?

Hoje no país segundo um levantamento a grande maioria dos respiradores disponíveis no Brasil estão na rede de saúde suplementar.

Segundo uma pesquisa realizada sobre a questão dos respiradores e leitos de UTI usados para pacientes contaminados aqui no Brasil. Metade de todos esses aparelhos e leitos estão na saúde suplementar, que são os hospitais conveniados a planos de saúde. A outra metade está no SUS, só que ainda nesta mesma pesquisa apenas 25% da população tem plano de saúde. Outros 75% das pessoas dependem do SUS, isso significa que o SUS tem 1 vaga para cada 10 mil adultos, já na saúde suplementar são 4 para 10 mil pessoas.

Apesar de ser um momento muito difícil na economia precisamos pensar que lado queremos estar. Em um momento de desespero queremos estar no SUS ou estar sendo atendido pela saúde suplementar?

Pense um pouco e reflita nas suas possibilidades em adquirir um plano de saúde para sua família como meio de proteção!

Não se preocupe em relação aos valores, nossos corretores iram te orientar o melhor possível para encontrar um valor que se ajuste a sua realidade.

Fale com um Corretor da Oceano Seguros.

Já fez a cotação do Plano de Saúde?

× Converse no Whatsapp